Sou um homem de Deus que prega a Palavra conforme a vontade de Deus.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

SAÚDE PARA VIVER BEM


Dietas para perder peso
             
Como emagrecer para fazer bonito neste verão? Essa é uma pergunta que todos se fazem quando as piscinas e as praias começam a lotar. Para o professor Alfredo Halpern, do Departamento de Endocrinologia da Faculdade de Medicina da USP, a resposta é simples: "a pessoa tem que comer o que costuma comer, e diminuir as frituras, gorduras e doce."
Halpern defende o regime pelo sistema de pontos, pelo qual o paciente segue uma lista de pontos e tem um limite para o consumo de cada grupo de alimentos ao longo do dia. "Você emagrece comendo o que gosta", garante ele. "O alimento, mais que gostoso, deve ser funcional, atuando de forma positiva e eficaz no organismo", defende Halpern.
O mínimo de calorias que uma pessoa saudável deve consumir por dia é 800. Para muitas pessoas, apenas diminuir a quantidade de comida é difícil. Para essas pessoas existem muitas formas de emagrecer, desde dietas radicais, como o da inanição, no qual a pessoa pode perder mais de 600 gramas por dia com o jejum, até as dietas individualizadas, que podem ter supervisão médica e acompanhamento de exercícios.
As dietas radicais apresentam efeitos quase que imediatos, mas podem causar danos sérios à saúde e fazer com que haja "efeito iô-iô" (recuperação rápida do peso perdido). Segundo Halpern, "quanto mais exercício melhor". Para quem não tem tempo de freqüentar uma academia, a dica do professor é fazer 20 minutos de exercícios diários em casa ou ao ar livre, como caminhar em esteiras, subir escada, pular corda ou, até mesmo, andar pela casa.
Além dos exercícios, é preciso disciplina na hora de comer: mastigar bem e não ler ou assistir televisão durante as refeições. De acordo com o médico, é sempre bom evitar fazer compras de alimentos quando estiver em jejum ou com fome.
Na hora de ficar em forma, o mais importante é procurar ajuda médica e querer emagrecer para você, e não para os outros. Quando as razões para emagrecer vêm de um fator externo, a possibilidade de se manter um bom peso é muito pequena